7 coisas do cotidiano que podem lhe deixar louco

Em tempos onde a existência humana ainda pode ser um grande mistério, acabamos nos preocupando com coisas muito pequenas. A roupa que está espalhada pelo chão, a toalha molhada em cima da cama, enfim… Simples situações como esta podem levar alguns (principalmente mães) à loucura! O dia a dia pode ser realmente muito estressante para todos nós, mas existem alguns casos que podem ser piores.

Constantemente utilizamos a palavra “loucura”, seja para falar sobre algo que parece estranho, ou para qualquer outra finalidade. A questão é que muitos se esquecem que esta também é uma condição cerebral.

O mês de seu aniversário

Muita gente adora quando chega o mês do próprio aniversário, mas por outro lado, muitos também destetam. Acontece que um estudo do Reino Unido revelou que mês de nascimento da pessoa tem muito a ver com como ela se sente mentalmente.

O estudo analisou casos de suicídio na Grã-Bretanha em um período de 20 anos, 27 mil ao todo. Puderam então concluir que aqueles que nasceram na primavera tinham cerca de 17% a mais de chances de cometer um suicídio. Enquanto isso, mulheres de abril, maio ou junho apresentaram 30% a mais de chances. Isso sim é loucura, não é mesmo?

Quando seu pai é muito mais velho

Sabe-se que quanto mais velha é a mulher, mais difícil será para ela engravidar. Da mesma forma, se ela conseguir, poderá sofrer com uma gestação de risco. Mas e quanto ao pai da criança? Se ele for mais velho, não existe nenhum tipo de risco? Os espermas são sempre saudáveis?

Bom, não é bem assim que funciona. Ao longo dos anos da vida de um homem, seus espermatozoides também vão envelhecendo e sofrendo transformações. De acordo com um estudo feito na Islândia, nesses casos, a criança pode sofrer com autismo ou esquizofrenia. Foram reunidos 80 pais sem transtornos mentais que tiveram filhos com essas características.

Descobriram então que o risco aumentava ainda mais de acordo com a idade do pai. Desta forma, você literalmente corre o risco de ser levado à loucura.

Viver em lugares muito altos

Só o fato de dizer isso pode parecer loucura, mas de acordo com estudos realizados nos Estados Unidos, pessoas que vivem em grandes altitudes tem mais chances de cometer suicídio. Nove dos dez estados no país com as maiores taxas de suicídio estão localizados bem acima do nível do mar, a exemplo de Utah.

Os mesmos estados ainda apresentam elevadas taxas de alcoolismo e propriedade de armas. Também são locais menos povoados. Todos os indícios contribuem para suicídios. Bom, para não ficarem com a ideia de que era apenas um fenômeno norte-americano, os pesquisadores também realizaram estudos na Coreia do Sul. Descobriram que os moradores de altitudes tão elevadas quanto as de Utah, possuíam cerca de 125% de chances de cometer um suicídio.

Mas o fato é que ninguém sabe ao certo o porque isso acontece. Especula-se que a menor quantidade de oxigênio no ar possa ter algum tipo de relação com os estímulos metabólicos cerebrais, no entanto, ainda não existe nada comprovado.

A época do ano

Já percebeu que durante as estações do outono e inverno começamos a sentir uma angústia interior um pouquinho maior que o normal? Se não é algo que te afeta, fique feliz, pois algumas pessoas são atingidas por isso. Não é algo corriqueiro e muito menos piada. Isso realmente acontece! Chama-se transtorno afetivo sazonal.

É algo mais grave do que aparenta. É uma das várias formas de depressão, mas ao contrário da que normalmente conhecemos, ela se apresenta na pessoa apenas em determinada época do ano. Acontece uma desordem que acaba afetando essas pessoas em níveis neurológicos profundos. Elas podem não querer mais sair de casa, e sofrem com perda de peso e grande ansiedade.

Sua dieta

Sim! Até mesmo sua dieta pode acabar te levando à loucura! Você deve estar pensando no fato de que sua dieta influencia tanto sua saúde física quanto mental, e é claro que está certo, mas não é exatamente disso que estamos falando. De acordo com estudos recentes, comer frutos do mar, inclusive certos tipos de peixe, pode estar associado à doença de Alzheimer e Parkinson.

O principal motivo é  a presença de uma toxina chamada BMAA, produzida por cianobactérias. Consumir altos teores de gordura e açúcar também pode levar ao desenvolvimento de alguma doença similar, visto que eles suprimem o Fator Neurotrófico Derivado do Cérebro, que é uma proteína vital de nosso cérebro que está relacionado à memória.

A desorganização

Existem dois lados muito extremos nesse caso: ou você é muito organizado, ou não é nada organizado. Certamente você já ouviu falar do transtorno obsessivo compulsivo (TOC) que é quando uma pessoa é levada a comportamentos repetitivos. Ela possui medos até mesmo irracionais, e se relaciona muito com a limpeza ou a organização.

Não podem ver nada sujo ou fora do lugar, por exemplo. É preciso estar tudo milimetricamente certo para que essa pessoa se sinta bem. Caso isso não aconteça, ela pode ir à loucura na tentativa de colocar tudo em ordem. É por este motivo que duas pessoas que se encontram nos extremos costumam não dar certo juntas. É uma situação complicada.

A ida ao banheiro

Certo, vamos finalizar com uma loucura mais acessível aqui. Neste caso, você apenas está exposto à seguinte situação: está no banheiro, logo após fazer o número 2. Começa então a se sentir mais leve, mas na hora de pegar o papel para se limpar, percebe que não tem… Se você estiver em casa, até que tudo bem, mas em caso contrário… Essa situação pode levar alguém a tomar atitudes extremas, realmente beirando a loucura!

Gabriel

Analista de sistemas que gasta todo o seu tempo disponível em blogs, por ser o que realmente ama. Estarei sempre trazendo as novidades do mundo e disponibilizando na web para todos os usuários assíduos do Samurai.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *