Por que nunca devemos segurar um espirro?

Você já deve ter ouvido isso de sua avó que segurar espirros seria prejudicial a sua saúde. Bom, um homem britânico de 34 anos, sentiu uma sensação bastante dolorosa de estouro em sua garganta logo após tentar segurar um espirro fechando seu nariz e sua boca. Ao chegar a emergência, ele estava totalmente sem voz e mal conseguia engolir. Quando foi examinado, médicos ouviam estalos que iam de seu pescoço até a caixa torácica.

Exames mostraram que a força do espirro dentro do homem perfurou sua faringe. A sensação de estouro era uma condição conhecida como crepitação, aparentemente causada por bolhas de ar que se infiltraram nos tecidos moles do seu pescoço e se esfregaram contra eles e o espaço entre seus pulmões, por meio do buraco. Existia um alto risco de infecção profunda no pescoço e no peito, o rapaz foi rapidamente hospitalizado, recebeu um tubo de alimentação e rapidamente medicado.

Dias depois do ocorrido, o homem teria se recuperado o bastante para deixar de usar o tubo de alimentação e logo recebeu alto do hospital. Recebeu instruções de jamais segurar espirros novamente.

Lesões

Espirro

Pesquisadores apontaram esse caso como algo raro. A maioria das pessoas que rasgam a faringe é causada por uma cirurgia forçada ou trauma no pescoço. Mas existem registros de pessoas que tiveram por meio de tosse, vômito e outros casos também causados por espirros. Tudo graças a um aumento repentino da pressão intraluminal.

Mesmo que médicos digam para não se preocupar, que são apenas casos isolados, é melhor evitar, não é mesmo? Morrer porque segurou um espirro deve ser uma das piores mortes que existem. Então provavelmente é melhorar manter a segurança e sempre usar um lenço.

Gabriel

Analista de sistemas que gasta todo o seu tempo disponível em blogs, por ser o que realmente ama. Estarei sempre trazendo as novidades do mundo e disponibilizando na web para todos os usuários assíduos do Samurai.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *