7 maneiras pelas quais o seu smartphone está destruindo o planeta

Conforme os anos passaram os smatphones se tornaram uma necessidade mundial. Deixar de se comunicar e interagir com pessoas é algo totalmente frustrante para quem já está acostumado com essa tecnologia. Quando uma pessoa fica sem internet ou fica sem o celular ela nunca se sente satisfeita.

O vício nos smartphones é algo já existente. Sempre estamos checando obsessivamente os nossos celulares quando estamos conversando com alguém, trabalhando e dirigindo. É simplesmente algo que não podemos evitar. Mas será que essa necessidade que criamos alguns anos para cá não causa nenhum problema para nosso mundo?

A internet causa 2% da poluição total do carbono

Contrariando o que muitos acreditam a internet não vem do nada. Você não está mandando uma mensagem para o seu “crush” e elas como um passe de mágica iram aparecer na tela do celular dele. Elas são fornecidas por um enorme centro de dados.

Para a surpresa de muitos, a internet pode ser prejudicial para o meio ambiente. Por causa das grandes demandas de energia insana, os centros de dados são responsáveis por 2% do dióxido de carbono que vai para o céu.

A bateria do seu celular é feita por sofrimento humano

Diferente da crença popular, as baterias não são caixinhas de metal que conduzem eletricidade. Elas contém combinações complexas de metais como o grafite, o cobalto e os íons e transferência de lítio. O fato é como esses componentes são encontrados. Na China, por exemplo, a mineração de grafite fez com que aldeias inteiras fossem contaminadas com pó de grafite.

Um estudo realizado pela UNICEF estimou que 40 mil crianças são empregadas na mineração de cobalto, por virtude de que as crianças são pequenas e dispensáveis em uma indústria que já não valoriza a vida humana.

A tela do seu celular

Na China existia um grupo conhecido como “as meninas do rádio”, um grupo de trabalhadores das fábricas que passavam seus dias pintando celulares com rádio. Ele é um composto química letal que só percebemos que era perigoso depois de que certas pessoas começaram a brilhar no escuro.

A produção do seu IPhone possui várias etapas. As telas, por exemplo, são feitas por uma empresa chamada Fangtai Huawei Electronic Technology, com sede em Guizhou, na China. Eles pegam trabalhadores na miséria para limpar as telas sensíveis. Sem o conhecimento do perigo que produto poderia causar, vários trabalhadores foram hospitalizados com dores de cabeça, náuseas, fadiga e danos irreversíveis.

Troca de celulares

Uma pesquisa encomendada pela ONG Consumer Reports, nos Estados Unidos, apontou que 40% dos usuários de celular trocam de aparelhos por ano. Um quinto deles aponta como motivo da substituição a bateria ineficiente do modelo antigo. Já um terço admite que procura funções mais modernas nos gadgets. Esse hábito faz com que o tempo médio de uso de um telefone despenque para 18 meses, um período que praticamente acompanha os lançamentos dos principais fabricantes. O fato aqui é que muitas das vezes esses dispositivos descartados não vão para no lugar certo.

Radiação

As baterias dos smartphones são um grande problema para o meio ambiente, pois possuem metais pesados como o mercúrio, o que são altamente tóxicos para o sistema nervoso dos seres vivos. No Brasil o CONAMA (Conselho Nacional do Meio Ambiente) vem obrigando a coleta de baterias por fabricantes e importadores para que elas não fossem para nos lixões.

Eliminação incorreta

A eliminação incorreta do telefone celular pode causar formas de envenenamento. Os efeitos imediatos incluem problemas de saúde tais como defeitos genéticos ou reprodutivos e efeitos prejudiciais em cima do sistema nervoso e o desenvolvimento geral atrasado. O efeito a longo prazo é a poluição global. Quando o lixo não pode ser eliminado corretamente como no caso da decomposição do telefone celular, origina-se o gás de metano. O gás de metano é mais prejudicial do que o CO2 e é o principal causador do aquecimento global. Muita gente não se dá conta de que isto pode ser causado ao se descartar um telefone celular de maneira incorreta.

Reciclagem

Smartphone

Quando precisa trocar a bateria do seu celular, você joga fora a antiga? Este tipo de comportamento é bem comum entre as pessoas de todos os lugares do mundo, porém, existe um grande perigo no descarte indevido de bateria de celular: contaminação. As baterias de celular, assim como monitores de computadores, scanners, impressoras e outros equipamentos eletrônicos, contêm um elevado nível de metais pesados em sua composição.

Mas, afinal como fazer o descarte correto da bateria? Bom, o primeiro passo deve ser a conscientização através de campanhas governamentais que eduquem a população, alertando sobre os riscos de contaminação do descarte indevido de bateria de celular e também como proceder caso seja necessário jogar fora a bateria antiga ou outros equipamentos eletrônicos. Além disso, é fundamental que postos de coleta sejam criados e distribuídos em diferentes pontos das cidades, principalmente em município de médio e pequeno porte, que são os que mais sofrem com a falta de assistência e informação.

Gabriel

Analista de sistemas que gasta todo o seu tempo disponível em blogs, por ser o que realmente ama. Estarei sempre trazendo as novidades do mundo e disponibilizando na web para todos os usuários assíduos do Samurai.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *