De qual parte do universo veio cada elemento da tabela periódica?

Você já se perguntou o que compõe seu corpo e dos demais seres que habitam nosso mundo? A resposta para essa pergunta se encontra na tabela periódica. Não somente nós e outros seres vivos, mas também o celular ou o computador que você está usando agora e tudo mais que te cerca nesse momento.

Na verdade, tudo é formado pelos elementos que ilustram a famosa tabela usada nas aulas de química. O que nos faz questionar: de onde vieram esses elementos? Cientistas da NASA encontraram o que seria o mais próximo da origem desses elementos. Se você é apaixonado pelo universo e as estrelas, assim como nós também somos, essa matéria é feita para você. É hora de descobrir um pouquinho mais sobre nossa origem cósmica e como estamos ligados a tudo que existe.

Elementos químicos

O que é um elemento químico? Basicamente um elemento químico é um conjunto de átomos que possui a mesma quantidade de prótons em seu núcleo. Já está está relembrando das aulas de química? Se existe um conjunto de átomos cujo todos possuam dois prótons em seus núcleos, então temos o elemento Hélio. Contudo, se fosse somente um átomo com dois prótons em seu núcleo ainda sim seria o elemento hélio. O átomo isolado também representa um elemento químico.

Pois bem, esses elementos compõem tudo que existe. Com exceção dos gases nobres, a maioria deles não pode ser encontrado de forma isolada, mas sim em seus compostos. Para você ter uma boa ilustração desses “conjuntos elementais” basta você se olhar no espelho: você é formado pela mistura desses elementos. Você é um composto químico, assim por dizer. Tomando como exemplo o sal de cozinha que é cloreto de sódio – NaCl, este é divisível e é formado por 2 elementos químicos: Sódio e o Cloro.

No caso do corpo humano, somos formados por no mínimo 60 compostos químicos. Alguns mais predominantes que os outros, como o oxigênio, carbono e hidrogênio que representam respectivamente 65%, 18% e 10%  do corpo humano.  Mas, de onde vem todos esses elementos químicos? A resposta está nas “estrelas”.

O Big Bang

 Para falarmos sobre a origem dos elementos químicos precisamos primeiro entender como tudo começou, ou seja, precisamos voltar entre 10 e 20 bilhões de anos atrás quando o tudo era nada. A teoria mais aceita até agora da origem de tudo é a teoria do Big Bang apresentada por George Gamow e George Lemaître em 1948. A teoria é bem conhecida e diz que o universo foi criado por uma liberação de energia descomunal no espaço-tempo, em outras palavras, uma enorme explosão!

Essa explosão teria acontecido devido a uma temperatura e pressão inimaginável em um átomo primordial, quando acontece a fusão desse átomo e uma quantidade incalculável de energia é liberada, dando origem ao que conhecemos hoje como universo.

Foi a partir da fusão do Big Bang que surgiram os elementos Hidrogênio, Hélio e o Lítio, elementos mais presentes no universo como ele é conhecido. Vale dizer que o Big Bang é a teoria mais aceita, mas já existem teorias que a refutem ou a modificam.

Origem Elemental

Como já foi dito, a origem das coisas está associada ao evento primordial Big Bang. Desde então, o universo vem se expandindo, resfriando e novos elementos se formando. Os elementos Hidrogênio e Hélio, como já foi dito, são elementos cuja criação vem da fusão do Big Bang e pertencem exclusivamente a esse evento. Não existe outra fonte no universo.

Existe algumas pessoas que dizem que nós viemos das estrelas. Bom, nós viemos literalmente das estrelas. Somos seres a base de carbono e esse elemento surge da fusão que acontece dentro de estrelas, e não só isso, essa é a mesma origem do Oxigênio. Outros elementos como ferro, cálcio, zinco que estão no seu sangue e ossos são frutos de explosão de estrelas menores e massivas.

A tabela acima mostra a origem de cada elemento. Agora é uma boa hora de você relembrar um pouquinho de suas aulas de química:

Azul representa Fusão do Big Bang

Verde representa Estrelas de baixa massa que estavam se extinguindo

Amarela representa elementos originários da explosão de estrelas massivas (Estrelas várias vezes maiores que nosso Sol)

Rosa representa fissão de Raios cósmicos

Lilás representa união de estrelas de nêutrons

Cinza claro representa estrelas anãs que explodiram

Gabriel

Analista de sistemas que gasta todo o seu tempo disponível em blogs, por ser o que realmente ama. Estarei sempre trazendo as novidades do mundo e disponibilizando na web para todos os usuários assíduos do Samurai.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *